Um Pequeno Guia de Dublin

Buongiorno,

Este post foi-me "encomendado" há mais de um mês pela minha querida Naipes que anda agora a viajar por Inglaterra e pela Irlanda. Como ela sabe que eu vivi perto de Dublin pediu-me para elaborar um pequeno guia da cidade para quando ela a fosse visitar. Como já devem ter percebido o post está um bocado atrasado mas, como mais vale tarde que nunca, espero que gostem do meu pequeno guia de Dublin.

Museus:

Trinity College Library "Long Room" - Vamos começar pelo campus de Trinity okay? Porque é um campus universitário de filme. Porque aqueles relvados têm história e é impossível entrar naquela universidade sem sentir que estás a entrar numa Instituição, assim mesmo com "I" maiúsculo. A entrada para a Long Room é um bocadinho cara... ou pelo menos parece principalmente por estares num país em que tantos museus são grátis. Mas prometo que vale cada cêntimo para sentires a imensidão do espaço. A altura do tecto, os milhares de livros, a montanha de conhecimento encerrada naquelas paredes de universidade histórica. Sentes isso... cheira a isso sabes? Aquele cheirinho bom de livros velhos. Arrepio-me a pensar naquelas estantes de madeira escura ladeadas pelos bustos de grandes mestres. Pela harpa irlandesa, dos bardos que foram os primeiros contadores de histórias numa terra que gosta de histórias e de música. É imponente e imperdível.

Perspectiva da Long Room

Morada: The Library of Trinity College Dublin, Dublin 2, Ireland

Chester Beatty Library - Este é grátis, excêntrico e absolutamente maravilhoso. Situa-se no Dublin Castle e para lá chegares tens de passar por um jardim lindo. Cá em baixo tem um café com uma decoração que mistura agradavelmente o lado mais clean e moderno e uns toques de fantasia. Uma das salas do piso térreo tem um vídeo que explica quem foi Chester Beatty e acho que torna a experiência de conhecer o museu mais interessante. Nas galerias recomendo a colecção de livros em que há edições de sonho desde papiros egípcios a variados manuscritos e livros impressos europeus e árabes.Também há vários textos asiáticos.  Ah, na secção asiática além de todo o espólio literário também encontras alguns objectos curiosos como espadas samurai.


Chester Beatty Library (a foto não é minha)

 Podem espreitar mais informações aqui

A morada é: Chester Beatty Library, Dublin Castle, Dublin 2, Ireland

National Gallery of Ireland - Vale sempre a pena mas vale ainda mais consultares com antecedência que exposições é que estão em exibição no momento porque são gratuitas. Aliás todos os National Museums em Dublin têm entrada livre.

Morada: Merrion Square W, Dublin 2, Ireland

Parques e Jardins:

Phoenix Park - É o maior parque de Dublin e um óptimo sítio para um passeio. Não é tão bonito como o Botanical Garden nem tão arranjado e central como St. Stephens Green mas é o que tem mais vida selvagem e aquele em que é mais provável encontrares uma manada de veados. Já agora eles são amorosos e se lhes levares cenouras ou maçãs podes fazer-lhes festas. Só por isto já vale a pena mas há muito mais por explorar.

Mais sobre as actividades do parque aqui

Veadinhos em Phoenix Park


St. Stephen's Green - No coração de Dublin encontras este lindo jardim que é um dos favoritos dos locais. Vês sempre muitas famílias a passear e é super agradável para um passeio calminho. É muito arranjadinho e tem imensas flores especialmente nesta altura do ano em que fica ainda mais bonito e agradável.

Mais informações sobre o jardim aqui


Compras:

O'Connell Street/Henry St./ Mary St. - A minha zona comercial favorita onde podes encontrar todas as lojas tipo Penney's, H&M, Forever 21 e todo o tipo de marcas de roupa, acessórios e etc. Essencialmente onde ir para uma tarde de compras. Usar o Spire como referência funciona sempre se te perderes numa das ruas laterais, para conseguires voltar à O'Connell que é a rua central.


A Penney's original em Mary St. e uma vista da rua

Grafton Street - É uma das artérias comerciais da cidade e é bastante conhecida portanto vale sempre a pena passar por lá e entrar em algumas lojas.

Carroll's - Não se pode falar em compras na Irlanda sem falar nesta típica loja de souvenirs. Vale sempre a pena entrar numa e existem muitas espalhadas por Dublin para comprar uma pequena lembrança. É onde consegues encontrar aquele avental da Guiness para o pai, o íman de frigorífico para a avó e o copo de shot para a amiga que faz colecção. Pode parecer um pouco armadilha de turistas mas eu ficava sempre impressionada pela variedade de coisas que lá havia, mesmo quando não se compra nada é sempre uma visita divertida.

Comida e Diversão Nocturna

Sweet Republic - Perto do Rio Liffey  este é O sítio que nenhum guloso que se preze pode ir a Dublin e não visitar.  Estão a ver aqueles batidos à Instragram feitos com uma pilha de coisas deliciosas que nos põe a salivar só de olhar para a o ecrã? A Sweet Republic tem. Waffles com toppings só para super gulosos?  A Sweet Republic tem. Pizza de nutella, com Kinder Bueno e mini-marshamallows? A Sweet Republic tem.Percebeste a ideia certo? É delicioso e decadente, pode arruinar uma dieta mas vale a pena... existe ali. Super recomendado, além disso o espaço é super giro e se tiverem sorte de arranjar mesa podem divertir-se com os acessórios como óculos e perucas ou jogar Jenga com amigos.


Algumas das tentações da Sweet Republic (a foto não é minha)


Morada: 26 Bachelors Walk, Dublin

J.W. Sweetman Craft Brewery-  Facilmente reconhecível pela fachada cheia de bandeirinhas era um dos nosso pubs favoritos. Bom ambiente de pub irlandês, óptimo local para pedir uma pint do que te apetecer (se for sidra pede Orchard Thieves) e ficar a conversar e a ouvir música especialmente durante a semana.





Morada: 1-2 Burgh Quay, Dublin 2

Temple Bar - Provavelmente uma das zonas mais conhecidas de Dublin, o bairro dos pubs e da vida nocturna. Vale uma visita mas aqui sem recomendações o melhor é deixares-te ir, entrar no que tiver a música mais ao vosso gosto e preparares-te para te divertires bastante. Desde que se tenha as precauções normais de quando se vai sair à noite em qualquer lado do mundo (por exemplo, não deixar as malas por aí sem vigilância) costuma ser tranquilo.

Espero que tenham gostado e que a Naipes ainda possa aproveitar este pequeno guia. Já agora desculpem a ausência prolongada, estou a tentar voltar a pôr o blog em funcionamento aos poucos. Confesso que já tinha saudades deste meu cantinho digital.

Mia

9 comentários:

  1. Espero um dia poder ir conhecer Dublin!! Parece ser tão bonito!! <3
    Beijinhos**
    Rose
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Rose :) Espero mesmo que possas viajar até lá um dia. É uma cidade que vale muito a pena conhecer :)

      Beijinhos

      Eliminar
  2. Respostas
    1. A sério? heheh é difícil não adorar. Ainda não conheci ninguém que não tenha ido e voltado a dizer isso mesmo. :)

      Eliminar
  3. Dublin é dos sítios que quero, sem qualquer dúvida, visitar. Este guia é muito bom porque me ensina aquelas pequenas coisas que só quem lá passou algum tempo conhece; devo até guardá-lo. Além disso... quem não quer fazer festinhas a veados? Acho que ficava lá o dia inteiro!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo elogio, eu tentei torná-lo isso mesmo um guia que mostre um bocadinho além do óbvio. :)
      Ahahhaha é verdade Laura, quem não quer ficar a fazer festas a veados o dia inteiro?

      Beijinhos

      Eliminar
  4. Obrigado querida Mia :) Fica super bem no pulso, acredita :D E é ajustável o que é ainda melhor :D
    Ahahaha uso imenso alpercatas no verão e aquelas cores juntas ficam um máximo :D Obrigado <3<3

    Que boas dicas. Pessoalmente ler roteiros de viagens ou ver vlogs é como que viajar sem sair do sítio :D Fiquei com imensa vontade de conhecer Dublin :D

    NEW REVIEW POST | AVON MARK: Color Corrector Cream SPF 50
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço Miguel. Agora já sei que fica bem no pulso... fui a uma Parfois e fiquei tão encantada com ela que não consegui sair de lá sem a trazer. :P

      Ainda bem que consegui deixar-te com vontade de conhecer Dublin. Concordo contigo este género de posts são sempre uma viagem sem sair de casa.

      Beijinhos

      Eliminar
  5. omg eu não cheguei a comentar :<
    Obrigada por este maravilhoso guia e lamento não ter conseguido realizar nada dele praticamente.
    Sou muito grata por partilhares o guia e a tua experiência connosco. ^_^
    *hugs da Naipes*

    ResponderEliminar